Início » Aulas » Integral de uma função exponencial

Integral de uma função exponencial

Como integral uma função exponencial?

Se você já se perguntou como integral uma função exponencial nessa aula você terá a resposta de como achar a integral de uma função exponencial

Fórmula de Integral de uma função exponencial

Essa é a fórmula que devemos usar para Integral funções exponenciais elementares.

Como fazer a demonstração da formula de integra de uma função exponencial?

Para chegarmos a fórmula da Integral de uma função exponencial devemos partir do conhecimento da derivada de uma função exponencial.

Quando aprendemos a derivadas de funções exponenciais vimos que a derivada da função f(x)=ax é f’(x)=axln(a) , o que quer dizer que a integral da função f’(x)=axln(a) é f(x)=ax ou seja;

∫ axln(a)dx=ax

Como ln(a) é uma constante vamos tirar para fora da integral

ln(a)∫ ax dx=ax

Vamos passar o ln(a) para ir dividir no segundo membro

∫ axdx=ax/ ln(a)

Assim temos demonstrando a integral de uma função exponencial

Resolução de exercício sobre integral de uma função exponencial

a) Calcule a integral de ∫ 2xdx

b) Achar a a solução de ∫ 6•3xdx

Para resolver essa integral vamos tirar o 6 para fora da integral (por ser uma constante ) e depois iremos a achar a integral de 3x a partir da formula de integral de uma função exponencial que aprendemos no inicio da aula.

Primeiramente vamos separa o numerador em duas expressões, e depois integral cada uma das expressões.

Integral de uma função exponencial com base natural (Eurer)

∫ exdx

Para calcular a derivada dessa função vamos usar a nossa forma de derivada da função exponencial detendo em conta que a nossa base agora é Eurer

A integral da função “e” elevado a “x” é a própria função “e” elevado a “x”, isso mesmo sem o calculo assim é fácil de fazer pois quando aprendemos derivadas vimos que a deriva da função ex é a própria função ex então é muito lógico que a integral da função ex seja a própria função ex .

Calcule de integral exponencial com base Euler ;

1.1. Calcule ∫exdx

=∫exdx

=ex+c

1.2. Ache a integral a solução da seguinte integral ∫2exdx

Para calcular o valor da dessa integral vamos tira dois para fora da integral depois integramos o ex .

∫2ex dx

=2∫exdx

=2ex+c

Propriedades do cálculo integral de uma função exponencial

  • A integral de uma função exponencial do tipo apx+q é uma função linear é igual a apx+q sobre ln(a) vezes p.
  • A base dessa função exponencial for Euler temos:

Usando as propriedades acima calcule as seguintes integral

d) Achar a solução de; ∫ 25x-3 dx

Vamos usar a formula vista acima sendo que para o nosso exercício a =2 e p vale 5

e)Calcule; ∫3x+2dx

Vamos tirar o 3 para fora da integral, por conseguinte integramos a função que fica dentro da integral tendo em cota que a nossa base é 5 e a nosso p vale 4/9.

g)Calculo a seguinte integral;∫ e7x+2 dx

h) Encontre ;∫ e-x dx

Para calcular essa integral vamos passar o denominador e para o numerador aplicando as propriedades de potencia e depois tirar o 27 para fora da integral, e integral a expressao que fica dentro da integral

Veja essa aula em video

Aulas relacionadas

Integral de fracções fraccionarias
Integral de fracções fraccionarias

Integral de funções do tipo Para integramos essa função vamos transformar a expressão que esta na raiz numa expressão do tipo Tendo já as integrais nesse formula vamos recorrer as formulas de integrai…

Integral de funções com fracções

Integral de funções que resultam em arctag(x) Essa é uma integral imediata, bastando apenas nos recordar da derivada da função arctangente (a função arctan(x)) , Quando aprendemos derivada vimos que a…

Integral de fracções (com raiz no denominador)
Integral de funções com fracções ( com raiz no denominador)

Integral de fracções com raiz no denominador Primeiro tipo Para integramos essa função vamos transformar a expressão que esta na raiz numa expressão do tipo Relembrando as formulas de integrais que fr…

Integral de funções que resultam em arcseno
Integral de funções que resultam em arcseno

Vamos começar o estudo da Integral de funções com fracções, primeiramente vamos aprender funções bem simples de integral (funções que são integradas de forma imediata). Como integral uma função do tip…

Integrais por partes (calculo integral usando o método de integrais por partes)

Integrais por partes A técnica de Integral por partes é uma técnica usada para simplificar a resolução de exercícios de integrais. O método de integrais por partes nos ajuda a resolução de exercícios …

Derivada de funções implícitas

Antes de aprendermos a derivar uma função implícita é necessário saber o que é uma função implícita! Definição de função implícita Uma função implícita é uma função do tipo F(x,y)=…

Derivada de funções paramétricas

Derivada de funções paramétricas Seja  y=f(t) e x=g(t) nesse caso podemos afirmar que x e y estão dadas na forma paramétrica. Como achar a derivada de uma função dada na forma paramétri…

Cálculo de limite usando L’Hospital (Cálculo de limite usando derivadas)

Regra L’Hospital para o calculo de limite A regra de L’Hospital consiste em utilizar o conhecimento de derivadas para o cálculo de limites. A regra de L’Hospital vem facilitar o cálculo de limites, a …

Cálculo de derivada usando logaritmização

Calcular derivada usando logaritmização ajuda-nos a resolver derivadas que parecem difícil de calcular, a logaritmização simplifica o cálculo de algumas derivadas, usar logaritmização s…

Derivada da função arctan(x) e arcctg(x)

Derivada de funções trigonométricas inversas (arctangente e arcco-tangente) Depois de termos visto as derivadas da funções inversas arcseno e arccosseno agora vamos ver as derivadas da funções inversa…

Derivada de funções trigonométricas inversas (y=arcsen(x) e y=arccos(x))

Derivada de funções trigonométricas inversas Dando inicio ao estuda das  derivada de funções trigonométricas inversas primeiro iremos aprender como derivar a função inversa arcsenx e a função arccosx …

Exercícios sobre limites e continuidades

No numerador temos uma expressão modular primeiro vamos tirar o módulo. Sabemos que:Como os limites laterais quando x se aproxima de 3 são diferentes então não existe limite Quando x se aproxima de 3 …

Limites indeterminações do tipo zero sobre zero

Limites contendo indeterminações do tipo zero sobre zero são limites em que ao substituir a variável pela sua tende temos uma “expressão” do tipo zero sobre zero (0/0). Como resolver limites cont…

Resolução de exercícios sobre limites trigonométricos

Uma vez que já vimos o limite trigonométrico fundamental a gora e a hora de usar esse conhecimentos juntamente com as propriedades e identidades trigonométricos par a resolução de exercícios trigonomé…

Limites laterais (Limite lateral à esquerda e limite lateral à direita)

Seja dado uma função f(x) cujo o gráfico é representado na figura acima Como achar os limites laterais e o que são limites laterais? Para chegarmos ao ponto da abcissa x=a podemos usar dois camin…

Continuidade de função e Tipos de descontinuidades

Continuidade de função Seja dado uma função f(x) e um ponto qualquer x=a que pertence ao domínio de f(x) dissemos que a função f(x) é continua no ponto x=a se ;…

Limites trigonométricos

Para resolver exercícios de limites trigonométricos devemos antes conhecer e ter o domínio do Limite trigonométrico fundamental  nessa aula iremos fazer a demonstração do…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *